Arte e cultura na inclusão social

Cultura e Arte como meios de inclusão social

A arte e a cultura são elementos indispensáveis dentro de uma sociedade. Sabendo da realidade em que vivemos, os elementos artísticos assim como as diferentes culturas se dividem entre povos, classe social e outras características presentes na sociedade.

Assim como vemos uma divisão clara entre pessoas e suas construções culturais, a arte e a cultura também são capazes de promover a inclusão social.

Portanto, se faz necessário utilizar esses elementos para que todos sejam incluídos na sociedade, inclusive quando o assunto é cultura e arte. Afinal, todos têm o direito de se sentir incluídos e de ser representados em todos os aspectos sociais.

Como a arte e a cultura representam a divisão da sociedade?

Embora a cultura e a arte possam contribuir para a inclusão social, também é importante lembrar que as divisões na sociedade são frequentemente representadas no mundo artístico.

Um exemplo é o público-alvo das óperas, que frequentemente é associado ao de pessoas ricas e bem-sucedidas.

Pobres, pessoas com deficiências, povos indígenas, são alguns dos exemplos de exclusão social que também podemos notar na representatividade cultural e artística.

Como a arte e a cultura podem ser meios de inclusão social?

Esse cenário de exclusão social pode ser transformado através da cultura e da arte.

Isso porque a cultura e a arte são meios de passar informações, de trazer novos hábitos para a sociedade, de mostrar uma nova comunicação social, por isso, são elementos que podem ser vistos como meios de inclusão social.

Por exemplo, filmes que não possuem uma temática associada a inclusão social, mas que dão voz e ações a personagens indígenas, asiáticos, deficientes, entre outros.

Outro grande exemplo disso é o áudio-descrição, que permite a inclusão de deficientes visuais como público de filmes, séries e programas de televisão.

Quem possui deficiência auditiva também pode ser incluído na cultura e na arte por meio da linguagem de sinais. Ou seja, há inúmeras formas de promover a inclusão social por meio da arte e da cultura.

O mais importante é que os filmes, séries, programas de TV, músicas, peças teatrais, shows e outros exemplos de projetos artísticos e culturais, dêem a oportunidade para incluir e representar a todos, sem distinção.

Leia Também: O que é Inclusão Cultural?

Qual é a importância da cultura e da arte para a inclusão social?

O papel mais importante da cultura e da arte na inclusão social é o de promover conhecimento.

Todo preconceito é gerado pela falta de conhecimento, por crenças sem fundamento e pelo hábito da reprodução daquilo que ouvimos e vemos como influências.

Portanto, é extremamente necessário que todas as culturas sejam bem representadas, que a arte traga conhecimento para a população e que todos sejam incluídos em diferentes espaços.

Através do conhecimento, da informação e do despertar da empatia proporcionado pela arte e pela cultura, o preconceito pode ser quebrado e desconstruído de uma sociedade.

É uma prática que leva tempo e esforço contínuo, mas que gera bons resultados coletivos na construção de uma sociedade mais justa.

Sendo assim, podemos concluir que hoje em dia a sociedade é representada culturalmente e artísticamente por uma divisão de classes, povos e outras características.

Contudo, esse cenário também pode ser mudado com a promoção da informação e inclusão social na arte e na cultura.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *